quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Dom Sebastião: 400 anos depois




Reconta o mito do rei desaparecido, envolvendo aspectos religiosos e musicais da cultura popular maranhense.



Realizado pela Coteatro, o espetáculo estabelece uma relação entre práticas católicas populares, religiosidade afro-maranhense (tambor de mina), religiosidade indígena (cura de maracá) e o sincretismo da festa do Divino Espírito Santo, explodindo no sebastianismo mágico e messiânico do litoral maranhense. 



Elenco:
Luan Paiva, Dimingos Tourinho, Lúcia Gato, Magno Abreu, Rosana Fernandes, Abel Lopes, Waldemir Nascimento, Raimundo Reis, Raul Marques, Di Ramalho, Davison Dias, Diêgo Garcês.



Ficha Técnica:
Criação e Direção: Tácito Borralho
Direção de Arte: João Ewerton
Direção Técnica: Edson Amorim
Direção Musical: Wellington Reis
Iluminotécnico: Charles da Silva
Sonoplastia: Sidney Castro e Tatiana Chaves
Maquiador: John Lennon
Coreógrafos: Vanessa Rodrigues, Fernando César Jr. E Maria da Paz Figueiredo


Chefes de Cenotécnica: Argentino Paixão e Wilton Gonçalves
Cenotécnicos: Josué Lobato, José de Ribamar Araújo, Valdeir Limaverde e Wilson Palmeira
Chefe de Contrarregras: Claudinei Rodrigues
Contrarregras: Sandro Rogério, Max Coelho, Dário Brandão, Luís Carlos Abreu e Marcelo Melo
Assistentes de Figurino: Ozila Maria da Luz, Dirlene Ribeiro e Nete
Costureiras: Mundinha Freitas, Tereza, Dadê, Do Carmo, Cotinha, Odara, Sílvia e Paula
Camareiras: Deuserina Ribeiro e Solange Castro Reis
Segurança: Sélvio Pereira
Direitos Autorais: Josias Sobrinho, Sergio Habibe e Wellington Reis

Imagens: Renato Pereira
Fonte: Programa do espetáculo

Laborarte, 40 anos

 Em 1012, o Laborarte completou 40 primaveras, com espetaulos, show's e exposições.
 Te Segura no Meu Fofão, figurino.
 Era uma Vez uma Ilha, bonecos.
 As cores e os tons de Wagner Alhaderf
 Uma Incelença por Nosso Senhor, pietá.
 Te Gruda no Meu Fofão, urso.
Troféus.
Dona Teté na paleta de Telma Lopes

Imagens: Renato Pereira